X

Introdução a Genética

Editora: Guanabara (veja mais livros desta editora)
Autor(es): Anthony J. F. Griffiths (veja mais livros deste autor)

Produto sem estoque no momento, quer ser avisado?

Preencha os dados abaixo para ser avisado quando retornar.

Desejo receber newsletter
Avalie:

Ficha técnica

Código de barras:
9788527729727
Dimensões:
3.30cm x 21.00cm x 28.00cm
Edição:
11
Editora:
Guanabara
ISBN:
8527729725
ISBN13:
9788527729727
Número de páginas:
780
Peso:
2110 gramas
Encadernação:
Brochura

Sinopse

Desde a primeira edição, publicada em 1974, Introdução à Genética enfatiza a força e a eficácia da abordagem genética na pesquisa biológica e suas aplicações. Em suas muitas edições, ampliou-se continuamente a abrangência do texto, à medida que a força da análise genética tradicional se estendeu com a introdução da tecnologia do DNA recombinante e em seguida da genômica. Na 11ª edição, damos continuidade a essa tradição e mostramos de que maneira o surgimento desse tipo de análise foi inspirador nas pesquisas em biologia, agricultura e saúde humana. O Labrador Retriever, escolhido como arte de capa nesta edição, é uma das raças de cães mais populares dentre as mais de 300 existentes, e vem sendo objeto de inúmeras pesquisas genéticas sobre a cor da pelagem, por exemplo. A genética canina é de interesse geral por vários motivos. O grande número de raças demonstra uma ampla variação de fenótipos, inclusive com relação a tamanho, cor, compleição, velocidade, comportamento, além da predisposição a certas doenças. Essa diversidade, selecionada pelos criadores para usos especí cos dos cães, é um verdadeiro tesouro genético, uma vez que, por meio do estudo dos genomas de raças diferentes, podese identificar marcadores genômicos que ressaltam os genes como responsáveis pelas variações. Essa é uma questão interessante não apenas para o estudo da função biológica como um todo, mas para a medicina veterinária e, por extrapolação, para a medicina de seres humanos. Labradores Retriever apresentam comportamento relativamente calmo em comparação com os Border Collie, por exemplo. Isso revela como o seu genoma se mostra importante, entre outras razões, para o estudo da genética comportamental.